Mercado

Palácio das Mangabeiras, em MG, será palco de eventos

 

Com paisagismo de Burle Marx, local, que era a residência dos governadores do Estado, passa a abrigar eventos e exposições, entre eles, a Casa Cor.

 

O Governo de Minas Gerais transferiu a gestão do Palácio das Mangabeiras, antiga residência dos mandatários do estado, à Companhia de Desenvolvimento de Minas Gerais (Codemge). O palácio, situado na Região Centro-Sul de Belo Horizonte, ao pé da Serra do Curral, será usado para eventos e exposições, com circulação do público em geral.

O primeiro evento planejado para o local é a Casa Cor, maior mostra de arquitetura, design de interiores e paisagismo das Américas. O palácio deve passar por um processo de restauração. Conforme nota do governo, a Codemge ficará responsável pelo local por quatro anos e deve ser feito um estudo para determinar a destinação definitiva do palácio.

Inaugurado em 1955 pelo então governador Juscelino Kubitschek, o edifício e sua área adjacente, de 42 mil metros quadrados, pertencem ao perímetro de tombamento do Conjunto Paisagístico da Serra do Curral, protegido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). Desde então, o local abrigou os governadores de Minas. O projeto inicial tem a autoria do arquiteto Oscar Niemeyer, com jardins planejados pelo paisagista Roberto Burle Marx.

 

Leia também: Artigo: A gestão de espaços ambientais protegidos

Leia também: Vale Azul vai receber revitalização com conceito turístico-histórico em Jundiaí

 

 

Fonte: Primeira Página

 

Redes Sociais