Inspirações

Você sabe quais são os benefícios de ter um cantinho verde?

Segundo pesquisa, os escritórios com espaço verde apresentam um ganho de até 15% no desempenho de seus colaboradores.

 

Estamos pertinho da chegada da primavera, que traz consigo a beleza das flores. Acontece que não é só para decorar espaços que elas são importantes. As plantas, de uma forma geral, ajudam na sensação de aconchego e podem até mesmo contribuir com o aumento da produtividade no ambiente corporativo.

Pelo menos, é o que revela uma pesquisa realizada pela Universidade de Queensland, na Austrália. De acordo com o levantamento, os escritórios que possuem espaços verdes conseguem um ganho de até 15% no desempenho de seus colaboradores.

Pensando nisso, levantamos com a arquiteta Laura Lopes, sócia da Arqsol, empresa especializada em arquitetura bioclimática, algumas dicas importantes para montar um espaço verde.

Em casa 

A primeira coisa é avaliar o local a ser utilizado. Segundo Laura, se for uma varanda aberta, é importante se atentar à incidência solar e ao vento. Se o local é fechado e possui ar condicionado, já é o caso de pensar no tipo de planta. “O importante é pegar uma espécie que se adapte melhor ao ambiente em que será inserida”, explica.

As orquídeas são uma ótima pedida para enfeitar a casa. São fáceis de cuidar, pois se adaptam a diferentes locais, não pedem muita atenção e não precisam ser regadas com muita frequência. As suculentas, bromélias, samambaia, árvore da felicidade ou beijinho - conhecida como maria-sem-vergonha -, também são boas opções.  

Outra dica é usar vasos de chão ou cachepots enfeitando bancadas, estantes e mesas para acomodar essas plantas. “São opções práticas porque quando estão sem flor ou a folhagem está feia, basta retirar do ambiente e colocar em uma área separada da casa”, considera Laura.

No Escritório

Para os escritórios, vale apostar em plantas mais resistentes, que não precisam de muita luz e que não exigem muito cuidado. Vale lembrar que, por conta do ar condicionado, a escolha tem de ser por espécies que retêm mais água, já que a climatização tira a umidade do ar. “Prefira as suculentas, cactos, espada-de-são-jorge, ciclanto, cróton e palmeira-leque”, afirma a especialista.

Outra tendência são os jardins verticais, onde você pode colocar uma tela para pendurar os vasos ou então colocá-los diretamente na parede. É importante pensar no movimento, nas cores e nas texturas. “As samambaias são ótimas para isso. Além de serem fáceis de cuidar, são baratas”, afirma.

Outras opções são chifre-de-veado, peperomia columeias e barba-de-serpente. Para que o jardim vertical fique bonito, compre as plantas já no tamanho adequado, não espere elas crescerem, e, quando a planta ficar feia, com a folhagem seca, substitua os vasos, colocando uma planta da mesma espécie no lugar.

 

Leia também: 5 tipos de flores para um jardim gótico

 

Leia também: Exposição: Conversas na Praça – O Urbanismo de Jorge Wilheim

 

Fonte: Primeira Página

 

Redes Sociais