Inspirações

4 cuidados com as plantas aéreas

4 cuidados com as plantas aéreas

Da família das bromélias, elas merecem cuidados específicos.

 

Plantas aéreas são aquelas que não precisam de terra para se desenvolver. Com um visual pontiagudo e raízes quase invisíveis, essas espécies precisam de cuidados diferentes. Apesar do nome, elas necessitam de água e certas manutenções. Entenda um pouco.

  1. Quando regar:

Esse tipo de planta coleta a maioria de seus nutrientes do ar, porém, ainda necessita do líquido para viver. O melhor jeito de hidratá-las é colocá-las debaixo d'água por 20 a 30 minutos uma vez por semana. Depois, tire, seque-as gentilmente e posicione-as em um lugar com bastante luz e ventilação por cerca de quatro horas, para que o excesso de água absorvido pelas folhas evapore.

Caso você seja do tipo de pessoa que se esquece de molhar as plantas, pode optar por dar um banho de duas horas a cada duas ou três semanas. Além disso, entre os mergulhos você pode hidratá-las com pequenas borrifadas. Caso as primeiras flores estejam começando a aparecer, pule os banhos para não acabar com os brotos. Já para saber se elas estão com sede, observe a folhagem, que deve estar vibrante e firme. Sintomas adversos conferem cor mais clara que o usual, folhas enrugadas e textura macia.

  1. Luz e ar

As aéreas gostam de muita claridade e sol indireto, mas elas também vivem bem em lugares mais fechados, como escritórios, pelo fato de poderem prosperar sob luzes artificiais, como as fluorescentes. Mas atenção: muita luz natural pode roubar toda a hidratação absorvida. Caso você as mantenha em um jardim aberto, compense com regas mais frequentes.

  1. Clima

O frio não é o clima preferido das plantas aéreas. Elas gostam de temperaturas amenas e ligeiramente quentes, de 15°C a 30°C. Em épocas muito geladas, elas podem sofrer, mas a notícia boa é que o resgate é possível, uma vez que elas sobrevivem a secas cruéis.

  1. Mais dicas
  • Folhas secas ou amarronzadas precisam ser aparadas para manter a saúde.
    Existem produtos para plantas aéreas. Eles são uma forma de garantir nutrientes, geralmente, absorvidos do ar de forma natural. Procure-os em lojas especializadas.
  • Elas são da família das bromélias.
  • Elas podem se reproduzir, originando pequenos pulpos a seu redor. Se você tiver a chance de vê-los se formando, saiba que você pode arrancá-los e instalá-los em outros lugares depois que eles estiverem, aproximadamente, do mesmo tamanho que a planta mãe.
  • Ficam lindas em terrários.

 

Leia também: 8 técnicas de paisagismo para arquitetos

Leia também: 9 pedras ideais para usar no jardim

 

Fonte: Primeira Página.

Redes Sociais